x
  Um dos casos mais marcantes de “audio branding” ( se é que existe essa expressão) é o da marca Harley Davidson. O barulho emitido pelo escapamento das suas motos foi patenteado, entrou em abertura de música e faz parte do imaginário de gerações. Podemos dizer que o “som” da marca e o conceito “botas […]
  Da mesma forma que o aroma evoca lembranças e reforça marcas, o som também tem um papel de grande importância. Muito mais do que um “som ambiente”, aquela coisa música de elevador, a escolha correta de uma trilha sonora, por exemplo, pode criar um elo de ligação entre marca e audiência ou, no mínimo, […]
Como dissemos na pill de ontem, a Nespresso passava por um dilema, como fazer o café produzido por suas cafeteira doméstica ser reconhecido com a mesma qualidade do produzido em cafeterias. A estratégia foi realizada em 2 etapas. Primeiro montou-se uma série de cafeterias próprias Nespresso em várias cidades importantes do mundo.Criando um experiência sensorial […]
  A experiência sensorial se tornou um problema, especialmente para as marcas de café. Um estudo preparado pela Nespresso mostrou que 60% da experiência de beber café vem do ambiente das lojas.( Roger Dooley blog, “ Sensory Marketing to jolt Espresso sales”. ) Ou Seja, como “reproduzir” essa experiência da cafeteria na casa do cliente? […]
Muitos de nós, ao pensar no branding olfativo, ou na relação aroma x produto, pode se lembrar daquele maldito burrifador que se coloca nos banheiros e exala um cheiro forte e enjoado. Uma questão relevante ao sentido do olfato é que, ao mesmo tempo que pode remeter a uma memória afetiva e criar um vínculo, […]
No verão de 1947, James Vicary ficou famoso por inserir as expressões “Beba Coca-Cola” e “Coma Pipoca” em uma fração de 1/3.000 de segundo em um filme chamado “Férias de Verão” e cunhou o termo “propaganda subliminar”, além de garantir o aumento no consumo dos 2 produtos “anunciados” no filme. Mesmo com seu autor desmascarado, […]
Várias pesquisas mostraram que , em diferentes situações, o uso correto de aromas aumenta vendas e induz a uma experiência mais positiva. De casinos a clubes noturnos, passando por lojas de calçados até shampoo, o olfato se mostrou um poderoso argumento de persuasão. É importante lembrar que esse aroma deve fazer sentido. Só assim ele […]
Em seu livro “ How the customers think”, Gerald Zaltman fala sobre a importância do olfato e dos demais sentidos e como estas “pistas sensoriais” estão fortemente conectadas ao sistema límbico cerebral ( responsável pelas emoções) e por causa disso o cheiro pode estimular memórias e reflexões vívidas. Uma vez impregnado o aroma no no […]