" />
  
x
16 Dez MC Donald’s e o espelho emagrecedor.

Todos sabemos o impacto que o documentário de 2003, “Super Size Me” causou na marca mais famosa de fast-food do mundo, o MC Donald’s.

De lá pra cá a marca tentou se reposicionar, mesmo que parcialmente ( se é que existe meio-reposicionamento)ou se adequar, melhor dizendo a novo mercado pós-documentário. O que vimos foram a proliferação de MC truques: MC maçãs, MC cenouras, MC saladas, até MC água de coco.

Ao meu ver essa foi uma tentativa legítima, mesmo que completamente superficial de adequar um gigante global a uma necessidade local.

Mais recentemente o “Mighty M” levou um novo tranco quando foi proibido de vender em algumas cidades americanas, São Francisco é a mais expressiva, a famoso MC Lanche Feliz, aquele onde a garotada compra o brinquedo e nem liga pra comida, em uma tentativa de dissociar brinquedos de alimentos que não sigam um determinado padrão nutritivo.

Com essa notícia ainda na cabeça fui hoje a um MD na zona Norte de SP. Depois de atacar um “Nº1” ( que saladinha que nada…) fui lavara as mãos.

Ao entrar me deparo com um “EU” muitos quilos mais magro. Me assustei e fiquei olhando para aquela imagem do passado por alguns segundos tentando entender do que se tratava. Na verdade é uma “ilusão de ótica” produzida pela inclinação do espelho em relação a parede, além de sua forma predominantemente vertical.

Saí pensando se era uma simples questão de padrão arquitetônico ou se existia alguma outra intenção.

Não acredito na maioria das teorias conspiratórias, nem nunca me preocupei com quem matou JFK, mas quando se trata de um player global com o tamanho do MC Donald’s  eu acho que não acredito em coincidências…

Sem comentários

Deixe seu comentário

Volte para a Home ou saiba mais sobre o serviços de  personalidade da marca e experiência de marca da agência.