" />
  
x

Personalidade

SER
VI
ÇøS

Overview

Para a CEB+D marcas são como pessoas. Com já disse Coco Chanel: “só os tolos não julgam pela aparência”. Nossa função é desenvolver ou lapidar uma aparência condizente com a essência e identidade das empresas e com isso criar uma forma indiscutível e memorável de identificação. Para isso, lançamos mão de um arsenal de estratégias que irão envolver os 5 sentidos das audiências.
Tudo que foi conceituado ganha contorno, cheiro, som, gosto…

É o momento em que a idéia se torna tangível, concreta.
O conceito cria forma, se materializa através de cores, formas, tipos, nomes e toda a forma de expressão que a marca possa carregar para envolver as partes interessadas.


Identidade Visual

Marca não é Identidade Visual

A identidade visual é a representação gráfica de uma marca, a tradução visual do conceito, de seu posicionamento, da sua personalidade. A identidade visual é mais que um logotipo, é um sistema de comunicação, um conjunto de regras apresentados em forma de manual, que guiará a utilização correta de logotipos e símbolos pelos envolvidos direta ou indiretamente com a marca.

A representação gráfica da marca inclui a tipografia correta, suas cores corporativas e tudo que possa traduzir graficamente a identidade da marca e contribuir na diferenciação proposta pelo logotipo. Se a identidade visual é resultado de uma reflexão profunda sobre a marca ela está imune e indiferente as “tendências” do mercado, que criam logotipos genéricos e, portanto, sem nenhuma capacidade de diferenciação.


Naming

O Batizado

Como deve chamar uma nova marca, produto ou serviço? Um bom nome de batismo ajuda no lançamento, define o posicionamento e ainda trás toda a carga conceitual da identidade e personalidade da marca, além de otimizar os custos de marketing (nomes fortes muitas vezes precisam de menos investimento para explicá-los).

Na ceb +d desenvolvemos as diretrizes que guiarão a tradução do conceito central em nomes próprios, alinhados, únicos e passíveis de proteção legal.

Marcas, por maior que sejam as proximidades afetivas com os donos, não são filhos. Um bom nome depende muito menos do “gosto paterno/materno” e muito mais de uma métrica clara que possa contribuir para a perpetuação da marca no mercado competitivo global.


Design Promocional

Todo material é uma oportunidade de fortalecimento da marca

Muito se fala sobre encantar o cliente. Sempre tivemos uma certa desconfiança em relação a esse pensamento.
Na CEB+D queremos mais do que encantá-lo ( isso nos soa como se ele não estivesse esperando isso da nossa marca e ficasse embasbacado de como fomos capaz de criar algo tão sensacional) queremos cativá-lo.

Um bom design promocional, alinhado a identidade da marca, é capaz de criar um vínculo, fortalecer a relação de identidade, a identificação entre audiência e marca.

Não queremos que alguém se espante, estranhe nosso projeto, queremos algo como: “só essa marca consegue me entender”.
Com essa abordagem desenvolvemos brindes corporativos, peças para lançamentos de produtos e serviços, convites, catálogos e embalagens.


Comunicação

Dando munição aos “criativos”

Pesquisas mostraram que um consumidor médio lembra de 2,21 peças publicitárias ao longo da vida. No mar de campanhas genéricas que vivemos, tão importante quanto falar é o que e como falar. Você se lembra de um filme publicitário específico de carro? qual era o carro mesmo?

A CEB+D trata a comunicação de forma corporativa, alinhada e voltada para a estratégia de marca. Não fazemos publicidade promocional, até porque não somos agência de publicidade.

O que fazemos é cuidar da imagem e mensagem das marcas de nossos clientes no ambiente da mídia.
Fazemos não só peças e campanhas institucionais como ajudamos as agências de publicidade na construção do argumento, mensagem e direção de arte das peças dos clientes nos segmentos que não são nossa expertise ( TV/ Rádio, cinema…).
Esse processo contribui no fortalecimento de uma mensagem única e alinhada com a identidade e personalidade da marca.


Identidade Sensorial

Estímulo aos sentidos

A identidade visual já está resolvida em um item específico, nessa etapa propomos a tradução do conceito central através da utilização dos outros 4 sentidos interligados a visão.

Desenvolvemos as diretrizes conceituais das identidades olfativa, auditiva, tátil e até gustativa da marca. Esse processo permite uma melhor memorabilidade, criando vários elos sensoriais e experiências únicas.

A identidade sensorial é cada dia mais relevante, sendo capaz de criar verdadeiros “universos sensoriais” para as marcas, contribuindo significativamente para seu fortalecimento, que historicamente ficava a cargo exclusivamente do logotipo e da publicidade. Sabe aquele cheiro de carro novo? de pão quente saindo? então, o olfato é um dos sentidos com maior capacidade de acesso a memória.

Sabe quando você se sente “abraçado” por uma marca ou uma idéia sem ver um único logotipo? isso é a identidade sensorial sendo bem trabalhada.

Volte para a Home ou saiba mais sobre o serviços de  experiência de marca e de startup branding da agência.